“Palavra, palavra,
se me desafias,
aceito o combate.”


— O Lutador ("Poesias"–1942)  
Carlos Drummond de Andrade— Brasil (1902–1987)
CC Attribution-ShareAlike/Freepik-

“Escrever é fácil:
você começa com uma letra maiúscula
e termina com um ponto final.
No meio você coloca as ideias.”


— Pablo Neruda— Chile (1904–1973)  
Creative Commons CC0 license/MaxPixel



“Sempre imaginei que o paraíso
fosse uma espécie de biblioteca.”



Jorge Luis Borges— Argentina (1899–1986)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Palavras são, na minha não tão humilde opinião,
nossa inesgotável fonte de magia.
Capazes de ferir e de curar.”


— Harry Potter e as Relíquias da Morte (2011)  
J.K. Rowling— Inglaterra (1965)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Contos de fadas são mais que verdade:
não porque nos dizem que dragões existem,
mas porque eles nos dizem
que dragões podem ser derrotados.”


— Coraline (2002)  
Neil Gaiman— Inglaterra (1960)
Wikimedia Commons-Pampy96 [CC BY-SA 4.0]


“Leve a vida com leveza,
pois leveza não é superficialidade
mas, sim, planar sobre as coisas do alto,
não ter pedras no coração.”


— Lições Americanas (1988)  
Italo Calvino— Itália (1923–1985)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Quem é você que,
avançando na escuridão da noite,
tropeça em meus pensamentos mais secretos?”


— Romeu e Julieta (1594–1596)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“É muito dificil fazer sua
cabeça e seu coração trabalharem juntos.
No meu caso, eles não são nem amigos.”


— Crimes e Pecados (1989)
Woody Allen— USA (1935)  
Pubblic Domain license/Claude Monet (1874)

“Daqui a vinte anos, você não irá se arrepender
das coisas que fez, mas daquelas que deixou de fazer.
Por isso, levante as âncoras. Navegue para longe
do seu porto seguro. Aproveite o vento em suas velas.
Explore. Sonhe. Descubra.”


— Mark Twain, atribuído também a H. Jackson Brown Jr
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Duas coisas são infinitas:
o universo e a estupidez humana.
Mas, em relação ao universo,
ainda não tenho certeza absoluta.”


— Albert Einstein— Alemanha (1879–1955)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Não faça de sua vida um rascunho,
pois poderá não ter tempo
de passar a limpo.”


— Mário Quintana— Brasil (1906–1994)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Todos sabem que alguma coisa
não pode ser realizada
até que chega um que não sabe
e a inventa.”


— Albert Einstein— Alemanha (1879–1955)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“A melhor vingança?
A felicidade.
Não tem nada que incomode mais os outros
do que a sua felicidade.”


— Alda Merini— Itália (1931–2009)  
Creative Commons CC0 license/MaxPixel

“Não sou sempre flor.
Às vezes espinho me define tão melhor.
Mas só espeto os dedos
de quem pensa que me tem nas mãos.”


— Clarice Lispector— Brasil (1920–1977)  


“Viver é uma questão de rasgar-se.”
e remendar-se.”


— Grande Sertão: Veredas (1956)  
João Guimarães Rosa— Brasil (1908–1967
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Viva todos os dias
como se fosse o último.
Um dia você acerta.”


Luis Fernando Verissimo— Brasil (1936)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Quando os ventos de mudança sopram,
umas pessoas levantam barreiras,
outras constroem moinhos de vento.”


— O Tempo e o Vento (1962  
Érico Verissimo— Brasil (1905–1975)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“Se discordas de mim,
tu me enriqueces.”



Dom Hélder Câmara— Brasil (1909–1999)  
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


Haveria um grande silêncio em mim,
mesmo que eu falasse....”



Clarice Lispector— Brasil (1920–1977)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay

“— Mas eu não ando com loucos”, observou Alice.
“— Oh, você não tem como evitar”, disse o Gato, “somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca”.
“— Como é que você sabe que eu sou louca?”, perguntou Alice.
“— Deve ser”, disse o Gato, “senão não teria vindo para cá”.

— Alice no país das maravilhas (1865)  
Lewis Carroll— Inglaterra (1832–1898)
Pubblic Domain license/Frank Dicksee-1884


“Ama, ama loucamente. Ama o mais que puderes.
E se te disserem que é pecado,
ama o teu pecado
e serás inocente.”


— Romeu e Julieta (1594–1596)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“Não leve a vida tão a sério.
Você nunca sairá vivo dela.”


— Elbert Green Hubbard— USA (1856–1915)  
Creative Commons CC0 license/Max Pixel

“Teoria é quando se sabe tudo e nada funciona.
Prática é quando tudo funciona e ninguém sabe o porquê.
Conjugando-se teoria e prática:
nada funciona e ninguém sabe o porquê.”


— Albert Einstein— Alemanha (1879–1955)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“A música non é una successão de notas.
É a passagem contínua das várias notas
entre o som e o silêncio.
Igual a vida”


— Aleph (2011)  
Paulo Coelho— Brasil (1947)
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“Louco é o homem que fala com a lua.
Tolo é aquele que não lhe dá ouvidos.”


— Romeu e Julieta (1594–1596)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay

“Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.”


— Tabacaria (Poema/1928)  
Fernando Pessoa (1888–1935)/Álvaro de Campos (1890–1935)—Portugal
Free license with attribution/Freepic.diller


“Aprendi com as primaveras
a deixar-me cortar
e a voltar sempre inteira. ”



Cecilia Meireles— Brasil (1901–1964)
CC Attribution-ShareAlike/Flickr-Sarah Zucca


“Somos todos anjos com uma asa só;
e só podemos voar
abraçados uns aos outros.”


Luciano de Crescenzo— Itália (1928)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel

“Matar não quer dizer a gente pegar o revólver de Buck Jones
e fazer Bum! Não é isso.
A gente mata no coração. Vai deixando de querer bem.
E um dia a pessoa morreu.”


— Meu pé de laramja lima (1968)  
José Mauro de Vasconcelos— Brasil (1920–1984)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Cada qual sabe amar a seu modo;
o modo pouco importa;
o essencial é que saiba amar.”


— Ressurreição (1872)  
Machado de Assis— Brasil (1839–1908)
Creative Commons CC0 license/Max Pixel


“Nossas dúvidas são traidoras
e nos fazem perder o que, com frequência,
poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.”


— Medida por Medida (1603–1604)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Quando o mistério é impressionante demais,
a gente não ousa desobedecer.”


— O Pequeno Príncipe (1943)  
Antoine de Saint-Exupéry— França (1900–1944)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Aprendi a não tentar convencer ninguém.
O trabalho de convencer é uma falta de respeito,
é uma tentativa de colonização do outro.”


— José Saramago— Portugal (1922–2010)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Embora ninguém possa voltar atrás
e fazer um novo começo,
qualquer um tem o direito de fazer mudanças,
recomeçar, e fazer um novo fim.”


— Chico Xavier— Brasil (1910–2002)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Na verdade, nem sou comunista
nem sou reacionária.
Sou propriamente anarquista,
somente uma doce anarquista.”


— Raquel de Queiroz— Brasil (1910–2003)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Decifra-me, mas não concluas,
posso te surpreender.”


— Clarice Lispector— Brasil (1920–1977)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Aquelas como eu olham para frente,
mesmo que o coração permaneça
alguns passos atrás.”


— Alda Merini— Itália (1931–2009)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Que seja livre o que chegar.
Que seja doce o que ficar.
Que seja breve o que tiver que ir.”


— Autor desconhecido
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Eu vi o anjo no mármore
e esculpi até libertá-lo.”


— Anônimo  
(atribuído a Michelangelo Buonarroti-Itália)


“Vou levá-lo para dar uma volta, tá afim?
- Onde você vai me levar?
- Nada de especial... na minha vida.”


— M. Da Pisa— Itália
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Se voce esta atravessando o inferno...
não pare.”


— Winston Churchill— Inglaterra (1874–1965)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Existe uma coisa belíssima que um homem
deveria ter sempre consigo:
a gentileza.”


— Autor desconhecido  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“È preciso amar e, então, é preciso dizer
e, então, é preciso escrever
e, então, é preciso beijar na boca
nos olhos, em toda parte!...”


— Victor Hugo—França (1802–1885)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
Fases de vir para a rua...
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.”

— Lua Adversa (1599–1601)  
Cecília Meireles— Brasil (1901- 1964)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Às vezes você acorda.
Às vezes, morre na queda.
E às vezes, quando você cai, você voa...”


— Fábulas e reflexões (1993)  
Neil Gaiman— Inglaterra (1960)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


– Polônio: “O que é que está lendo, meu Princípe?”
– Hamlet: “Palavras, palavras, palavras.”


— Hamlet (1599–1601)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“O rosto mostra a cor do coração.”

— Vida Nova/Capítulo XV (1295)  
Dante Alighieri— Itália (1265 – 1321)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Qual é a verdadeira vitória,
aquela que faz bater as mãos
ou bater o coração?”


— Pier Paolo Pasolini— Itália (1922–1975)
Javier Taboada/FreeImages


“Existem homens que sabem tudo,
pena que isso
é tudo o que eles sabem.”


— Nicolau Maquiavel— Itália (1469–1527)
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“A vida ou se escreve ou se vive.”


— Luigi Pirandello— Itália (1867–1936)
Public Domain, Wikimedia


“Deixei o final âmbiguo,
porque assim é a vida.”



— Bernardo Bertolucci— Itália (1941–2018). Tela inicial do filme "Novecentos" (1976). Obra-prima de Bertolucci.

A Itália é como um livro

E como todos os livros possui um… Prefácio Perambular pelas ruas na Itália é como viajar a bordo de um livro de história. Uma belíssima edição ilustrada e em cores. Cada esquina tem alguma coisa para contar. Basta estar atento e ouvir. Saint-Exupéry, autor de O Pequeno Príncipe, escreveu: “Somente podemos ver bem com o coração”. Mesmo podendo Leia mais… »

O tradutor insubstituível

Um livro feito por tradutores para tradutores. O Tradutor Insubstituível – Especialização e Posicionamento para os profissionais de tradução chegou para conquistar os leitores de língua portuguesa. Escrito por Marco Cevoli, o livro mostra a importância da especialização para o profissional de tradução e ensina como se apresentar com eficácia no mercado linguístico tornando-se, assim, único… insubstituível. Leia mais… »

O meu gato odeia Schrödinger

“Mostrei o conteúdo para os amigos, parentes, pais, gatos e digo a você, foi um delírio (em especial no último caso).” O meu gato odeia Schrödinger é definido pelo autor, Luca Montemagno, como uma introdução semi seria, mas profunda aos princípios da física quântica. Inspirado em seu amigo felino, ele nos explica de maneira divertida Leia mais… »

O que são ebooks?

 O formato ebook, publicação em forma digital, ainda é pouco conhecido no Brasil e muitas pessoas me questionam: “mas como faço para ler os livros que você traduziu?” Ou, “eu gostaria de saber mais sobre o ‘formato Kindle’ dos livros”. Bem, livros digitais estão relacionados à tecnologia que, mais uma vez, veio inovar e, porque Leia mais… »

O homem das pipas

O homem das pipas conta a história de um encontro entre um adolescente sensível e um velho pescador, um homem sábio, solitário, que mora em uma praia deserta. Luis, o velho, é um excluído da sociedade, temido e ridicularizado pelo modo em que vive. Mas ele segue sua vida sem se importar com o que pensam os Leia mais… »

Esmeralda Grunch e a Tulipa Vermelha

Esmeralda Grunch e a Tulipa Vermelha é uma adorável história infantil sobre uma fada e uma tulipa contada por Debbie Manber Kupfer. Esmeralda é uma fadinha que mora em uma flor. Entre elas se desenvolve uma relação de amizade banhada pelos raios de sol da manhã e pelos resmungos de uma tulipa sempre preocupada. Debbie é Leia mais… »