“Palavra, palavra,
se me desafias,
aceito o combate.”


— O Lutador ("Poesias"–1942)  
Carlos Drummond de Andrade— Brasil (1902–1987)
CC Attribution-ShareAlike/Freepik-

“Escrever é fácil:
você começa com uma letra maiúscula
e termina com um ponto final.
No meio você coloca as ideias.”


— Pablo Neruda— Chile (1904–1973)  
Creative Commons CC0 license/MaxPixel



“Sempre imaginei que o paraíso
fosse uma espécie de biblioteca.”



Jorge Luis Borges— Argentina (1899–1986)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Palavras são, na minha não tão humilde opinião,
nossa inesgotável fonte de magia.
Capazes de ferir e de curar.”


— Harry Potter e as Relíquias da Morte (2011)  
J.K. Rowling— Inglaterra (1965)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Contos de fadas são mais que verdade:
não porque nos dizem que dragões existem,
mas porque eles nos dizem
que dragões podem ser derrotados.”


— Coraline (2002)  
Neil Gaiman— Inglaterra (1960)
Wikimedia Commons-Pampy96 [CC BY-SA 4.0]


“Leve a vida com leveza,
pois leveza não é superficialidade
mas, sim, planar sobre as coisas do alto,
não ter pedras no coração.”


— Lições Americanas (1988)  
Italo Calvino— Itália (1923–1985)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Quem é você que,
avançando na escuridão da noite,
tropeça em meus pensamentos mais secretos?”


— Romeu e Julieta (1594–1596)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“É muito dificil fazer sua
cabeça e seu coração trabalharem juntos.
No meu caso, eles não são nem amigos.”


— Crimes e Pecados (1989)
Woody Allen— USA (1935)  
Pubblic Domain license/Claude Monet (1874)

“Daqui a vinte anos, você não irá se arrepender
das coisas que fez, mas daquelas que deixou de fazer.
Por isso, levante as âncoras. Navegue para longe
do seu porto seguro. Aproveite o vento em suas velas.
Explore. Sonhe. Descubra.”


— Mark Twain, atribuído também a H. Jackson Brown Jr
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Duas coisas são infinitas:
o universo e a estupidez humana.
Mas, em relação ao universo,
ainda não tenho certeza absoluta.”


— Albert Einstein— Alemanha (1879–1955)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Não faça de sua vida um rascunho,
pois poderá não ter tempo
de passar a limpo.”


— Mário Quintana— Brasil (1906–1994)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Todos sabem que alguma coisa
não pode ser realizada
até que chega um que não sabe
e a inventa.”


— Albert Einstein— Alemanha (1879–1955)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“A melhor vingança?
A felicidade.
Não tem nada que incomode mais os outros
do que a sua felicidade.”


— Alda Merini— Itália (1931–2009)  
Creative Commons CC0 license/MaxPixel

“Não sou sempre flor.
Às vezes espinho me define tão melhor.
Mas só espeto os dedos
de quem pensa que me tem nas mãos.”


— Clarice Lispector— Brasil (1920–1977)  


“Viver é uma questão de rasgar-se.”
e remendar-se.”


— Grande Sertão: Veredas (1956)  
João Guimarães Rosa— Brasil (1908–1967
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Viva todos os dias
como se fosse o último.
Um dia você acerta.”


Luis Fernando Verissimo— Brasil (1936)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Quando os ventos de mudança sopram,
umas pessoas levantam barreiras,
outras constroem moinhos de vento.”


— O Tempo e o Vento (1962  
Érico Verissimo— Brasil (1905–1975)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“Se discordas de mim,
tu me enriqueces.”



Dom Hélder Câmara— Brasil (1909–1999)  
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


Haveria um grande silêncio em mim,
mesmo que eu falasse....”



Clarice Lispector— Brasil (1920–1977)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay

“— Mas eu não ando com loucos”, observou Alice.
“— Oh, você não tem como evitar”, disse o Gato, “somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca”.
“— Como é que você sabe que eu sou louca?”, perguntou Alice.
“— Deve ser”, disse o Gato, “senão não teria vindo para cá”.

— Alice no país das maravilhas (1865)  
Lewis Carroll— Inglaterra (1832–1898)
Pubblic Domain license/Frank Dicksee-1884


“Ama, ama loucamente. Ama o mais que puderes.
E se te disserem que é pecado,
ama o teu pecado
e serás inocente.”


— Romeu e Julieta (1594–1596)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“Não leve a vida tão a sério.
Você nunca sairá vivo dela.”


— Elbert Green Hubbard— USA (1856–1915)  
Creative Commons CC0 license/Max Pixel

“Teoria é quando se sabe tudo e nada funciona.
Prática é quando tudo funciona e ninguém sabe o porquê.
Conjugando-se teoria e prática:
nada funciona e ninguém sabe o porquê.”


— Albert Einstein— Alemanha (1879–1955)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“A música non é una successão de notas.
É a passagem contínua das várias notas
entre o som e o silêncio.
Igual a vida”


— Aleph (2011)  
Paulo Coelho— Brasil (1947)
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“Louco é o homem que fala com a lua.
Tolo é aquele que não lhe dá ouvidos.”


— Romeu e Julieta (1594–1596)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay

“Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.”


— Tabacaria (Poema/1928)  
Fernando Pessoa (1888–1935)/Álvaro de Campos (1890–1935)—Portugal
Free license with attribution/Freepic.diller


“Aprendi com as primaveras
a deixar-me cortar
e a voltar sempre inteira. ”



Cecilia Meireles— Brasil (1901–1964)
CC Attribution-ShareAlike/Flickr-Sarah Zucca


“Somos todos anjos com uma asa só;
e só podemos voar
abraçados uns aos outros.”


Luciano de Crescenzo— Itália (1928)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel

“Matar não quer dizer a gente pegar o revólver de Buck Jones
e fazer Bum! Não é isso.
A gente mata no coração. Vai deixando de querer bem.
E um dia a pessoa morreu.”


— Meu pé de laramja lima (1968)  
José Mauro de Vasconcelos— Brasil (1920–1984)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Cada qual sabe amar a seu modo;
o modo pouco importa;
o essencial é que saiba amar.”


— Ressurreição (1872)  
Machado de Assis— Brasil (1839–1908)
Creative Commons CC0 license/Max Pixel


“Nossas dúvidas são traidoras
e nos fazem perder o que, com frequência,
poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.”


— Medida por Medida (1603–1604)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Quando o mistério é impressionante demais,
a gente não ousa desobedecer.”


— O Pequeno Príncipe (1943)  
Antoine de Saint-Exupéry— França (1900–1944)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Aprendi a não tentar convencer ninguém.
O trabalho de convencer é uma falta de respeito,
é uma tentativa de colonização do outro.”


— José Saramago— Portugal (1922–2010)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Embora ninguém possa voltar atrás
e fazer um novo começo,
qualquer um tem o direito de fazer mudanças,
recomeçar, e fazer um novo fim.”


— Chico Xavier— Brasil (1910–2002)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Na verdade, nem sou comunista
nem sou reacionária.
Sou propriamente anarquista,
somente uma doce anarquista.”


— Raquel de Queiroz— Brasil (1910–2003)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Decifra-me, mas não concluas,
posso te surpreender.”


— Clarice Lispector— Brasil (1920–1977)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Aquelas como eu olham para frente,
mesmo que o coração permaneça
alguns passos atrás.”


— Alda Merini— Itália (1931–2009)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Que seja livre o que chegar.
Que seja doce o que ficar.
Que seja breve o que tiver que ir.”


— Autor desconhecido
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Eu vi o anjo no mármore
e esculpi até libertá-lo.”


— Anônimo  
(atribuído a Michelangelo Buonarroti-Itália)


“Vou levá-lo para dar uma volta, tá afim?
- Onde você vai me levar?
- Nada de especial... na minha vida.”


— M. Da Pisa— Itália
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Se voce esta atravessando o inferno...
não pare.”


— Winston Churchill— Inglaterra (1874–1965)  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Existe uma coisa belíssima que um homem
deveria ter sempre consigo:
a gentileza.”


— Autor desconhecido  
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“È preciso amar e, então, é preciso dizer
e, então, é preciso escrever
e, então, é preciso beijar na boca
nos olhos, em toda parte!...”


— Victor Hugo—França (1802–1885)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
Fases de vir para a rua...
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.”

— Lua Adversa (1599–1601)  
Cecília Meireles— Brasil (1901- 1964)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“Às vezes você acorda.
Às vezes, morre na queda.
E às vezes, quando você cai, você voa...”


— Fábulas e reflexões (1993)  
Neil Gaiman— Inglaterra (1960)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


– Polônio: “O que é que está lendo, meu Princípe?”
– Hamlet: “Palavras, palavras, palavras.”


— Hamlet (1599–1601)  
William Shakespeare— Inglaterra (1564–1616)
Creative Commons CC0 license/Pixabay


“O rosto mostra a cor do coração.”

— Vida Nova/Capítulo XV (1295)  
Dante Alighieri— Itália (1265 – 1321)
Creative Commons CC0 license/MaxPixel


“Qual é a verdadeira vitória,
aquela que faz bater as mãos
ou bater o coração?”


— Pier Paolo Pasolini— Itália (1922–1975)
Javier Taboada/FreeImages


“Existem homens que sabem tudo,
pena que isso
é tudo o que eles sabem.”


— Nicolau Maquiavel— Itália (1469–1527)
Creative Commons CC0 license/Pixabay



“A vida ou se escreve ou se vive.”


— Luigi Pirandello— Itália (1867–1936)
Public Domain, Wikimedia


“Deixei o final âmbiguo,
porque assim é a vida.”



— Bernardo Bertolucci— Itália (1941–2018). Tela inicial do filme "Novecentos" (1976). Obra-prima de Bertolucci.

COVID-19 #iorestoacasa ou salvando a Itália… de pijama

Em tempo de guerra cada um empunha a arma que tem e sai em campo para vencer a batalha. No tempo do Império Romano, para vencer as batalhas os legionários se protegiam com belos escudos, elmos, lanças e armaduras cujo peso chegava a 30 quilos. Durante a Primeira Grande Guerra, os soldados se preparavam usando Leia mais… »

OmegaT, o CAT gratuito e open source

OmegaT é uma ferramenta de auxílio à tradução fácil de ser usada, eficaz e o que é melhor, gratuita, livre e open source (código aberto). Isso significa que você terá em suas mãos um instrumento que irá simplificar o seu trabalho, aumentará a sua produtividade, você não terá que pagar por ele e, além disso, Leia mais… »

No dia do imigrante italiano, um tributo a Valentino e Elvira

A pequena cidade de Torreglia, situada no Veneto, também acrescenta história ao livro intitulado Itália do qual até mesmo meus bisavós Valentino e Elvira foram co-autores. Mantendo viva a memória, resgatamos nosso passado. Este é um relato de despedidas e de encontros, um pequeno parágrafo dessa história escrita por quem um dia partiu de Torreglia Leia mais… »

A estrada para a doce vida – Fellini 100 anos

Mestre do cinema italiano, um dos maiores diretores da história do cinema, gênio imortal ou simplesmente um “artesão que não tem nada para dizer, mas sabe como dizê-lo”. A última definição foi dada por ele próprio, FEDERICO FELLINI, o gênio, o imortal, o mestre, um dos diretores de cinema mais importantes do nosso tempo. Fellini Leia mais… »

Docinho ou carvão? Esperando pela Befana.

Docinho ou carvão? O que a Befana vai trazer para você esta noite? Sim, eu sei, você diz que se comportou bem, então, fique tranquilo! Com certeza você irá ganhar docinhos, balas ou, quem sabe, até adoráveis brinquedos. Se, pelo contrário, você se comportou como um “pestinha”, espere só para ver, pois este ano irá Leia mais… »

Dialetos, línguas e um tal Brandino Padovano

Pesquisando os alfarrábios da história de Padova e da língua italiana, tropecei em um tal Brandino Padovano (Aldobrandino Mezzabati). Curiosa como sempre, quis saber um pouco mais e descobri que no final de 1200 o “nosso” Brandino Padovano não usava mais o latim para escrever os seus sonetos, mas sim o “vernáculo ilustre”, ou seja, Leia mais… »

O fardo da formiga

O fardo da formiga é um romance livremente baseado em uma história real acontecida em 2001 em Régio da Calábria. Escrito por Demetrio Verbaro, o livro conta a história de um homem ainda jovem, Carlo Fante, que teve sua vida marcada por um trágico acontecimento em sua infância. Carlo, agora com trinta anos, casado e Leia mais… »

Vinum, vide. vinci… depois do primeiro cálice.

Batíso ou Primo Amore, não importa em que idade aconteça, depois da primeira gota ou cálice a vida nunca mais será a mesma. De fato, será muito melhor! E com o passar dos anos, ou melhor, dos cálices, começamos a misturar vinho e palavras que vão terminar em frases de exaltação a esse néctar de Baco. Leia mais… »

“Os anjos no céu falam italiano.” (Thomas Mann)

“Mas, senhor, o que estais me perguntando? Eu estou verdadeiramente apaixonado por essa belíssima língua, a mais bela do mundo. Tenho somente que abrir a boca e involuntariamente ela se torna a fonte de toda harmonia deste idioma celeste. Sim, caro senhor, eu não tenho dúvidas de que os anjos falam italiano. Impossível imaginar que Leia mais… »