Pinceladas para a eternidade – 500 anos de Rafael, o ‘divino pintor’

O ‘divino pintor’, gênio sensível, príncipe das artes, quase um Deus mortal. Todos esses títulos, provenientes de vozes espalhadas pelo mundo, são atribuídos a Rafael Sanzio, um dos maiores artistas do Renascimento. Há 500 anos de sua morte, as celebrações que levaram anos para serem preparadas na Itália foram suspensas em consequência da emergência Covid-19. Leia mais… »

Elas, as preciosas… palavras

Palavras, palavras, palavras… Belas ou não tão belas, engraçadas ou agressivas, de cumprimento, de insatisfação ou de gratidão, de alegria, de louvor ou ofensivas. Curtas ou longuíssimas. No italiano, como nas demais línguas, elas são incontáveis e cada uma delas, a seu modo, é preciosa. Elas nos ensinam, nos fazem refletir, nos transformam. O poder Leia mais… »

COVID-19 #iorestoacasa ou salvando a Itália… de pijama

Em tempo de guerra cada um empunha a arma que tem e sai em campo para vencer a batalha. No tempo do Império Romano, para vencer as batalhas os legionários se protegiam com belos escudos, elmos, lanças e armaduras cujo peso chegava a 30 quilos. Durante a Primeira Grande Guerra, os soldados se preparavam usando Leia mais… »

No dia do imigrante italiano, um tributo a Valentino e Elvira

A pequena cidade de Torreglia, situada no Veneto, também acrescenta história ao livro intitulado Itália do qual até mesmo meus bisavós Valentino e Elvira foram co-autores. Mantendo viva a memória, resgatamos nosso passado. Este é um relato de despedidas e de encontros, um pequeno parágrafo dessa história escrita por quem um dia partiu de Torreglia Leia mais… »

Docinho ou carvão? Esperando pela Befana.

Docinho ou carvão? O que a Befana vai trazer para você esta noite? Sim, eu sei, você diz que se comportou bem, então, fique tranquilo! Com certeza você irá ganhar docinhos, balas ou, quem sabe, até adoráveis brinquedos. Se, pelo contrário, você se comportou como um “pestinha”, espere só para ver, pois este ano irá Leia mais… »

Vinum, vide. vinci… depois do primeiro cálice.

Batíso ou Primo Amore, não importa em que idade aconteça, depois da primeira gota ou cálice a vida nunca mais será a mesma. De fato, será muito melhor! E com o passar dos anos, ou melhor, dos cálices, começamos a misturar vinho e palavras que vão terminar em frases de exaltação a esse néctar de Baco. Leia mais… »

Pausa café: uma xícara de gentileza, por favor!

“Quando alguém está feliz em Nápoles, paga dois cafés: um para si mesmo, e um para outra pessoa. É como oferecer um café ao resto do mundo.” Luciano De Crescenzo, em seu livro intitulado,“Il caffè sospeso”. A pausa para o café sempre foi um momento de descontração e agora vou fazê-los saborear a bebida que Leia mais… »

Carnaval de Veneza, uma experiência única.

O carnaval de Veneza é algo para ser vivido pelo menos uma vez na vida, não tem nada igual. É como acordar durante um sonho e perceber que está na praça São Marcos no século XVIII. O mundo mudou fora e muda dentro de você. Cores, rendas, apliques, veludos suaves, a beleza das fantasias e Leia mais… »

A Itália é como um livro

E como todos os livros possui um… Prefácio Perambular pelas ruas na Itália é como viajar a bordo de um livro de história. Uma belíssima edição ilustrada e em cores. Cada esquina tem alguma coisa para contar. Basta estar atento e ouvir. Saint-Exupéry, autor de O Pequeno Príncipe, escreveu: “Somente podemos ver bem com o coração”. Mesmo podendo Leia mais… »